Como reagir quando acontece um bloqueio criativo?

Como reagir quando acontece um bloqueio criativo?

Confira dicas para melhorar o processo de criação

Estresse, problemas pessoais, noites mal dormidas, excesso de informação e uso excessivo de redes sociais ou aplicativos de celulares são alguns dos motivos que geralmente ocasionam um bloqueio criativo. Mas, afinal, o que é isso? Como fugir dele?

Em qualquer profissão é importante ser criativo e ter novas ideias, porém pode acontecer um “blackout”. Como definição bibliográfica, citamos as seguintes definições para o termo criatividade:

  • “Um produto ou resposta serão julgados como criativos na extensão em que a) são novos e apropriados, úteis ou de valor para uma tarefa e b) a tarefa é heurística e não algorística” (Amabile, 1983);
  • “Criatividade é o processo que resulta em um produto novo, que é aceito como útil, e/ou satisfatório por um número significativo de pessoas em algum ponto no tempo” (Stein, 1974);
  • “Criatividade representa a emergência de algo único e original” (Anderson, 1965);

Segundo o psicoterapeuta Hans Welling, no livro “Four Mental Operations in Creative Cognition: The Importance of Abstraction” (2007), existem três conceitos-chave que contribuem para definir criatividade: a novidade, a adaptabilidade e o fato de algumas ideias ou produtos serem considerados mais criativos do que outros.

Na área de publicidade, propaganda e marketing, ter insights é fundamental. Porém, o bloqueio criativo acontece. E aí? Como reverter essa situação?

Algumas dicas importantes para enfrentar esse problema são:

Ambiente criativo

Ambiente criativo:
Cores, desenhos e formatos ajudam a aumentar a imaginação.

 

Caderno de anotações
Caderno de anotações:
uma ideia pode surgir a qualquer momento.

 

Leitura
Leitura:
visitar sites e ler livros e revistas em geral são fontes de inspiração.

 

Bate-papo e música
Bate-papo e música:
uma conversa atraente ou ouvir um bom set list auxiliam o pensamento criativo.

 

Especificamente na parte de criação, existem algumas regrinhas essenciais que devem ser seguidas para produzir e pensar algo novo. Tudo começa com um bom brainstorm, com a etapa de conhecimento do problema e esclarecimento de dúvidas. Em seguida vem a fase de coleta de dados, respondendo as perguntas: o que, quem, quando, como, onde e por quê. Com todas as informações em mãos, é hora do designer se aprofundar no assunto para concretizar o trabalho.

Como podemos ver, a criatividade deve ser estimulada dia a dia. Ter a mente aberta, na verdade, é mais importante do que ser extremamente criativo. É isso!

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer participar da discussão?
Fique a vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*