four_blog_imagem_ambientação_de_loja

Ambientação de loja faz parte do marketing promocional

Ações internas e externas devem ser pensadas de forma estratégica

Tão importante quanto planejar o ponto de venda – com peças gráficas, embalagens, planograma, etc. – é pensar estrategicamente nas ações internas e externas da ambientação de loja.

O layout e arrumação de um espaço são um importante estímulo visual. A decoração externa, por exemplo, deve ser convidativa e despertar o interesse do cliente em potencial. Já a interna tem como missão mantê-lo dentro da loja.

A ambientação pode ser promocional, para aumentar as vendas de um determinado produto, ou institucional, usada para criar um clima temático. Independente do tipo, o ambiente de varejo deve estar associado às estratégias da empresa, conectando o formato varejista, o público-alvo e a vantagem competitiva.

A visão estratégica do ambiente de varejo é representada no modelo abaixo, mencionado por Turley e Chebat no artigo “Linking retail strategy, atmospheric design and shopping behaviour”, do Journal of Marketing Management (2002).

turley_chebat
Seja qual for o objetivo, alguns detalhes não devem passar despercebidos. São eles:

  • Arrumação da área de vendas: prateleiras organizadas;
  • Áreas livres: para circulação de pessoas;
  • Som ambiente: volume adequado;
  • Iluminação ajustada: para melhor visualização dos produtos;
  • Harmonia da comunicação visual: nem falta, nem excesso;
  • Equipe treinada: atendimento eficaz.
0 respostas

Deixe uma resposta

Quer participar da discussão?
Fique a vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*